Primavera em Paris: três dicas de locomoção para se aventurar na Cidade Luz

Primavera! Chegou a estação das flores no hemisfério norte, um dos melhores períodos para viajar pela Europa! Entre abril e junho o clima começa a ficar mais ameno, as ruas das cidades ficam mais coloridas, as pessoas saem mais de casa. O clima é convidativo para passear e conhecer lugares novos e marca o comecinho da alta temporada, mas os preços dos hotéis e passagens ainda são inferiores aos do verão – uma vantagem prática que torna ainda mais especial a oportunidade de viajar na primavera

A França é o país que mais recebe turistas no mundo e Paris é um destino clássico na primavera, especialmente para os românticos. A cidade fica ainda mais encantadora e efervescente: os parisienses ocupam ruas, praças, parques, cafés – que colocam as mesas do lado de fora. Temos aqui três dicas estratégicas, especiais sobre como se locomover de maneira prática, ao ar livre, curtindo ainda mais a primavera parisiense:

1. Nada como uma boa caminhada…

Por que não fazer do meio um fim em si? Caminhar te permitirá observar cada detalhe e viver melhor a atmosfera da cidade –  de forma mais econômica e até mais saudável. O segredo é fazer um bom roteiro com antecedência e dar aquela “estudada” nele. Você pode escolher os principais locais que deseja visitar e agrupá-los geograficamente, em áreas por onde possa locomover-se a pé – ou de bicicleta. Organizar-se bem é a chave para aproveitar ao máximo qualquer viagem, sem gastar tanta energia preocupando-se em como chegar nos locais ou passar tempo dependendo de celulares ou mapa. Caminhar é a melhor forma de conhecer a cidade – e ficar à vontade nela – além de aproveitar melhor o clima ameno da primavera!

2. Que tal um alugar uma bicicleta?

Paris é perfeita para circular de bicicleta – graças ao relevo e à sua excelente ciclovia. Nos últimos dez anos a cidade vem se tornando cada vez mais bike-friendly, e a primavera com certeza é a melhor estação para se pedalar. A prefeitura mantém um serviço de aluguel de bicletas chamado Vélib, que já é bastante utilizado pelos moradores e também vem conquistando os turistas curiosos. É um sistema que oferece bicicletas em “pontos de serviço” (ou estações) espalhados pela cidade, 24 horas por dia. O tempo máximo de permanência com cada bicicleta é de meia-hora e você pode comprar bilhetes diários ou semanais, nas próprias estações e pela internet.

3. Vá de barco!

O barco é mais uma alternativa super romântica de locomoção – ainda mais na primavera – por ser mais contemplativa que as anteriores. Os charmosos Bateaux Mouches são embarcações desenhadas especificamente como plataforma de visita turística – perfeitos para se sentar e observar diversos pontos turísticos e belas paisagens enquanto se desliza no rio Sena numa manhã de primavera. O passeio ainda oferece um ângulo interessante para conhecer as belíssimas pontes da Cidade Luz, como as famosas Alexandre III, Bir-Hakeim ou a Ponte das Artes – com seus milhares de cadeados. Você ainda pode aproveitar o fluxo para conhecer as ilhas fluviais do Sena, a Île de la Cité, onde fica a famosa Catedral de Notre-Dame, e a Île St-Louis, onde fica a sorveteria Berthillon, a mais tradicional de Paris – que na primavera já começa a ficar sempre cheia de turistas e parisienses.

 

Deixe uma resposta

Note: Comments on the web site reflect the views of their authors, and not necessarily the views of the bookyourtravel internet portal. Requested to refrain from insults, swearing and vulgar expression. We reserve the right to delete any comment without notice explanations.

Your email address will not be published. Required fields are signed with *

*
*