Fatos interessantes sobre as casas europeias

As casas em uma região podem representam muito os aspectos culturais, econômico e sociais de um povo. A estruturação da casa pode dizer muito sobre a vida em comunidade de uma família e os aspectos internos de convivência da mesma, além de também se relacionar as atividades exercidas na casa, indo muito além do simples fato de residir. Por exemplo, no século XVIII muitas casas na Inglaterra possuíam quartos superiores para serem realizados trabalhos específicos por membros da família, tais como costura, a produção e comércio da lã estavam em alta no país.

Atualmente ainda é comum que hajam escritórios, escolas e consultórios construídos a partir de uma parte da casa. Tal fato pode ser visto em muitos livros de literatura da época, onde há exemplos de casas que podiam abrigar uma escola e a acomodação do tutor debaixo do mesmo teto. A ornamentação das casas europeias foi o que mais sofreu mudanças com o passar dos séculos, a elite sempre foi a principal influenciada pelos estilos de cada época, medieval, gótico, romântico, etc.

Muitas casas europeias perduram por séculos, os três principais materiais usados nas construções das casas eram e são até hoje: o tijolo, a pedra e a madeira. Até o século XVII era comum que as casas da elite fossem construídas de tijolos e pedras e as casas de bairros e povoados mais pobres eram construídas em madeira. Na época Paris chegou a proibir a construção de casas de madeira, as casas de pedra e tijolos foram se tornando cada vez mais populares e eram consideradas muito mais seguras contra danos de guerra e incêndios, em 1625, um grande incêndio devastou cidades inteiras com casas construídas de madeira em Estolcomo, na Suécia.

Atualmente, a maioria das casas inglesas são construídas com tijolos, em Portugal e Espanha, as casas de pedra são mais comuns e populares. As casas europeias possuem em média cerca de 300 m² de área total, é muito comum que possuam persianas e janelas com arcos ornamentados, e é comum que incorporem máquinas de lavar e secadoras na área da cozinha. Nas cidades mais comerciais onde há subúrbios, é comum que a população busque viver nos limites da cidade e alimente o comércio familiar e local.

 

 

Leave a Reply

Note: Comments on the web site reflect the views of their authors, and not necessarily the views of the bookyourtravel internet portal. Requested to refrain from insults, swearing and vulgar expression. We reserve the right to delete any comment without notice explanations.

Your email address will not be published. Required fields are signed with *

*
*